Avenida ACM, Edf Fernandez Plaza, 2487 -  Salvador-Bahia

 

Avenida Luiz Tarquínio  Pontes 2580- Edifício Vilas Business  - Vilas do Atlântico - Bahia  

 

 (71) 98893-8701 /  99256-6857  

 

Instagram:    @ tatianepimentelpsic 

 e-mail:   pimentelpsi@gmail.com
 

                                          ORIENTAÇÃO VOCACIONAL/PROFISSIONAL

Decidir os rumos da vida profissional é, para muitos jovens, o motivo de várias noites em claro, sem falar na grande pressão sofrida por parte da família. Para que você possa ter mais tranquilidade para encarar mais essa etapa em sua vida, falaremos, neste artigo, sobre o que é e para que serve o teste vocacional.

O processo de orientação profissional envolve não apenas a escolha da carreira, mas todos os processos decisórios pelos quais um indivíduo passa durante a sua permanência no mercado de trabalho, inclusive, englobando as orientações necessárias para a decisão pela aposentadoria.

 

Qual profissão escolher?

       No que posso me realizar profissionalmente?

                       Será que estou fazendo a escolha certa?

                              Que profissão encaixa com minha personalidade? 

 

O orientador vocacional auxilia nas reflexões, mas ele não escolhe pelo orientando.Só o interessado tem o poder legítimo de escolher o que fará com a sua vida.

Nenhum teste vocacional vai indicar o caminho, só uma análise profunda da personalidade, tendência e inclinações.

 

BENEFICIOS DA ORIENTAÇÃO VOCACIONAL:

 

  • Sinalizar as ilusões sobre os cursos e profissões;

  • Descobrir os motivadores;

  • Conscientizar sobre as influências externas;

  • Informar sobre o mercado de trabalho.

  • Identificar capacidades ou vocações.

  • Evitar a evasão escolar: os universitários trancam matrículas ou mudam de curso.

  • Evitar descontentamento profissional pela escolha errada de curso.

 

QUEM PRECISA DE ANÁLISE VOCACIONAL

Pessoas que:

  • Estão inseguras quanto ao curso universitário ou técnico;

  • Estão indefinidas entre 2, 3 ou mais cursos;

  • Não possuem idéia alguma quanto a futura profissão;

  • Desqualificam-se achando que “não servem para nada”;

  • Estão insatisfeitas quanto ao curso  que freqüentam.

 

COMO FUNCIONA A ORIENTAÇÃO VOCACIONAL

 

1. AUTOCONHECIMENTO / AUTO-ANÁLISE

Sobre os fatores que influenciam a escolha pessoal: família, professores, amigos, parentes, vizinhos, personalidades e ídolos; disciplinas escolares, leituras sobre profissões, classe social, aspecto econômico, mercado de trabalho, fantasias, expectativas, religião, modismos, prestígio social, curso de menor concorrência no vestibular, falta de conhecimento sobre cursos e carreiras, etc.

Sobre características pessoais e de personalidade: habilidades, limitações físicas e emocionais, interesses, valores, temperamento, saúde, entusiasmo, criatividade, percepções, hábitos, inteligência, etc.

2. ANÁLISE PROFISSIONAL

Conhecimento sobre as características de cada curso e profissão. Habilidades necessárias, áreas de atuação, vantagens e desvantagens, condições do mercado de trabalho, oportunidades, saturação de profissionais, política do governo, restrições e incentivos.

 

 

 

 

PUBLICO -ALVO:

 

Adolescentes em fase da primeira escolha profissional;

Jovens adultos em reorientação profissional;

Formandos universitários ao escolher a área de trabalho e/ou projetos

universitários;

Adultos em transição (de emprego, cargo...) ou redirecionamento profissional;

Indivíduos que pretendem desenvolver uma nova atividade profissional;

pós-aposentadoria E Indivíduos em reinserção profissional.